Real GaNa
 
14 de Julho de 2009

O artista chama-se Jean-luc Cornec e as ovelhas encontram-se no Museu de Comunicações em Frankfurt.

Cada uma delas é feita de telefones e fios. (ele queria dizer cabos, claro)

Reparem nas patas!

 

publicado por Real GaNa às 21:06 link do post
tags: ,
25 de Maio de 2009

 

 

publicado por Real GaNa às 20:10 link do post
tags:
10 de Fevereiro de 2009

A Quercus lançou recentemente esta espectacular campanha de sensibilização que alerta para os impactos que o aquecimento global tem em todos os seres vivos.

 

 

publicado por Real GaNa às 21:36 link do post
13 de Janeiro de 2009

publicado por Real GaNa às 22:09 link do post
tags:
22 de Dezembro de 2008

Dicas para um Natal mais seguro e Amigo do Ambiente:


- Embrulhos: Ao abrir um presente, não rasgue o embrulho. Abra-o cuidadosamente e sempre que possível, reutilize-a numa próxima ocasião. Se não conseguir reutilizar a embalagem, faça a separação e encaminhe os diferentes materiais para os ecopontos respectivos;

- Cartões de Boas Festas: Utilize de preferência o correio electrónico. Não consome papel e não produz resíduos;

- Pilhas: Tenha em conta que o uso de pilhas recarregáveis é mais económico e amigo do ambiente;

- Luzes de Natal: Sempre que não seja necessário, lembre-se de desligar as luzes da árvore de Natal ou outras que possa ter a enfeitar a casa;

- Viagens de Carro: Distribua racionalmente as cargas dentro do veículo - arrume pacotes e objectos pesados o mais em baixo possível; não retire a visibilidade nem limite os movimentos do condutor com a bagagem; mantenha sempre uma distância segura em relação ao veículo que circula à sua frente;

- Tomadas eléctricas: Não sobrecarregue as tomadas com várias ligações, não exceda 3 ligações eléctricas por tomada;

- Velas: Quando acender velas coloque-as longe de materiais combustíveis. Apague sempre as velas no final do dia ou quando sair de casa;

- Líquidos Quentes: Mantenha líquidos e comidas quentes longe da beira das mesas, onde são facilmente acessíveis e entornadas pelas mãos das crianças.

 

publicado por Real GaNa às 09:39 link do post
sinto-me:
10 de Dezembro de 2008

 Perto de 4.200 lâmpadas de baixo consumo vão ser distribuídas em cerca de 1.000 habitações do concelho de Marvão nos próximos dias 11 e 12 de Dezembro

 

Esta é uma acção que decorre a nível nacional, e que se prolongará até 2009, promovida pela EDP e pela ADENE, e pretende distribuir um total de 400.000 lâmpadas eficientes a moradores de bairros sociais e históricos. Esta medida permite que as famílias poupem cerca de 18 milhões de euros e evita a emissão de 60 mil toneladas de CO2 para a atmosfera.

 

Inserida no âmbito do Plano de Promoção de Eficiência no Consumo (PPEC) da ERSE, esta iniciativa da EDP e da ADENE – Agência para a Energia contará com o ápio do Município de Marvão e da AREANATejo.

 

A distribuição será efectuada porta-a-porta e cada agregado familiar receberá gratuitamente quatro lâmpadas fluorescentes e um guia de boas práticas de consumo de energia eléctrica.

 

A acção de lançamento terá lugar amanhã, dia 11 de Dezembro, pelas 14h30, na Casa da Cultura de Marvão, seguindo-se a distribuição na Vila de Marvão e nas 5 seguintes localidades: Beirã, Escusa, Portagem, Porto da Espada e S. Salvador de Aramenha.

 

Para 2009 está prevista a abrangência dos concelhos de Castelo de Vide, Elvas e Portalegre.

 

A acção é simples e o objectivo é claro: promover a substituição das lâmpadas incandescentes (tradicionais) por lâmpadas fluorescentes compactas (economizadoras), que irão contribuir em grande escala para a redução do consumo de energia eléctrica destinado à iluminação das habitações.

 

As lâmpadas economizadoras proporcionam benefícios não só pelo facto de consumirem menos energia para proporcionar a mesma intensidade luminosa, como também têm um período de vida útil muito superior. Em relação a uma lâmpada incandescente, uma lâmpada economizadora consome menos 80% de energia e dura até 5 a 8 vezes mais.

 

 

publicado por Real GaNa às 09:13 link do post
tags:
29 de Setembro de 2008

 

Para a próxima vez, pensares 2 vezes antes de fazeres ...!

 

http://www.nowlookwhatyoudid.com/

 

publicado por Real GaNa às 22:37 link do post
tags:
21 de Julho de 2008

 

Talvez não saiba, mas o óleo alimentar que já não serve para si pode ainda ajudar muita gente. Em vez de o deitar fora, entregue-o nos restaurantes aderentes para que este seja recolhido. Além de diminuir a poluição do planeta, cada litro de óleo será transformado num donativo para ajudar a AMI na luta contra a exclusão social. Dê, vai ver que não dói nada.

 

 

Para participar neste projecto da AMI:

 

 

 

- Junte o óleo alimentar que usa na sua cozinha numa garrafa de plástico e entregue-a quando estiver cheia num dos restaurantes aderentes. Os restaurantes estão identificados e a lista completa está disponível aqui;

 

- Distribua folhetos pelos seus colegas. Solicite estes materiais, enviando um e-mail para reciclagem@ami.org.pt;

 

- Divulgue esta informação, incluindo o anúncio de rádio ;

 

 

Press release:

 

 

Pela primeira vez, vai passar a existir em Portugal, uma resposta de âmbito nacional para o destino dos óleos alimentares usados. A partir de dia 15 de Julho, a AMI lança ao público este projecto que conta já com a participação de milhares de restaurantes, hotéis, cantinas, escolas, Juntas de Freguesia e Câmaras Municipais.

 

 

 

A AMI dá com este projecto continuidade à sua aposta no sector do ambiente, como forma de actuar preventivamente sobre a degradação ambiental e sobre as alterações climáticas, responsáveis pelo aumento das catástrofes humanitárias e pela morte de 13 milhões de pessoas em todo o mundo, de acordo com a Organização Mundial de Saúde.

 

 

 

Os cidadãos que queiram entregar os óleos alimentares usados, poderão fazê-lo a partir de agora. Para tal, poderão fazer a entrega numa garrafa fechada, dirigindo-se a um dos restaurantes aderentes, que se encontram identificados e cuja listagem poderá ser consultada no site www.ami.org.pt.

 

 

 

Os estabelecimentos que pretendam aderir, recebendo recipientes próprios para a deposição dos óleos alimentares usados, deverão telefonar gratuitamente para o número 800 299 300.

 

 

 

Este novo projecto ambiental da AMI permitirá evitar a contaminação das águas residuais, que acontece quando o resíduo é despejado na rede pública de esgotos, e a deposição do óleo em aterro. Os óleos alimentares usados poderão assim ser transformados em biodiesel, fornecendo uma alternativa ecológica aos combustíveis fósseis, e contribuindo desta forma para reduzir as emissões de Gases de Efeito de Estufa (GEE). Ao contrário do que por vezes acontece com o biodiesel de produção agrícola, esta forma de produção não implica a desflorestação nem a afectação de terrenos, nem concorre com o mercado da alimentação.

 

 

 

São produzidos todos os anos em Portugal, 120 milhões de litros de óleos alimentares usados, quantidade suficiente para fabricar 170 milhões de litros de biodiesel. Este valor corresponde ao gasóleo produzido com 60 milhões de litros de petróleo, ou seja, o equivalente a cerca de 0,5% do total das importações anuais portuguesas deste combustível fóssil. A AMI dá assim a sua contribuição para favorecer a independência energética do país, conseguindo atingir este objectivo de forma sustentável e com uma visão de longo prazo, não comprometendo outros recursos igualmente fundamentais para o desenvolvimento da sociedade e para o bem-estar da população.

 

 

 

Segundo a União Europeia, o futuro do sector energético deverá passar pela redução de 20% das emissões de GEE até 2020, assim como por uma meta de 20% para a utilização de energias renováveis. Refere ainda uma aposta clara na utilização dos biocombustíveis, que deverão representar no mínimo 10% dos combustíveis utilizados.

 

 

 

A UE determina ainda que os Estados-Membros deverão assegurar a incorporação de 5,75% de biocombustíveis em toda a gasolina e gasóleo utilizados nos transportes até final de 2010 e o Governo anunciou, em Janeiro de 2007, uma meta de 10% de incorporação de biocombustíveis na gasolina e gasóleo, para 2010.

 

 

 

As receitas angariadas pela AMI com a valorização dos óleos alimentares usados serão aplicadas no financiamento das Equipas de Rua que fazem acompanhamento social e psicológico aos sem-abrigo, visando a melhoria da sua qualidade de vida.

 

publicado por Real GaNa às 16:04 link do post
tags:
16 de Junho de 2008

publicado por Real GaNa às 14:00 link do post
tags:
22 de Abril de 2008

50 ways
publicado por Real GaNa às 20:29 link do post
sinto-me:
Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Visitas
Locations of visitors to this page
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Que ótimo trabalho, ele é um exelente artista plas...
Ias para professor/a.. ou então parás de reclamar,...
gosto de castanhas, acompanhado com um copo de águ...
A minha cor também deu verde. Será que eles só tem...
boas...também não concordo com este tipo de "arte"...
O "Direito à indignação", apesar de não o ter indi...
Eu que não sou professor, acho que eles defendem u...
blogs SAPO