Real GaNa
 
29 de Junho de 2007

"Talvez as pessoas quando morrem, nao morram, talvez «desaguem». Assim como os rios nascem, correm, e no fim, desaguam.
Talvez, quando morrem, as pessoas vao para um sitio maior. Como o mar. Talvez esse sitio seja o mar das pessoas.
As gotas de água doce, quando desaguam, não deixam de ser gotas, nem sequer deixam de ser água, só vêem alterada a sua qualidade de ser doce, para passar a ser salgada. Talvez as pessoas fiquem salgadas, quando morrem. Talvez vejam alteradas algumas das suas qualidades, mas tenham a permanência da sua essência, do seu ser pessoa, como ser gota de água.
Se calhar, esse lugar maior, que é o mar das pessoas, é apenas uma transição para uma outra fase de existência. Se calhar, as pessoas depois de desaguarem, evaporam, e vão para um sítio ainda maior, onde são ainda mais livres. Penso realmente que possam existir nuvens de pessoas, que nesse ambiente de liberdade, amplo e frio, se tenham agrupado para se entreterem umas às outras, se amigarem, serem felizes juntas. Juntas, talvez as pessoas adquiram uma nova força existencial, um maior peso, e talvez as pessoas caiam, atravessando esse espaço, para, ao mergulharem numa materia densa, a humanizem, a fertilizem de vida e esperaÇa."

(RDurães, 07/2006)
publicado por Real GaNa às 16:22 link do post
sinto-me:
Junho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Visitas
Locations of visitors to this page
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Que ótimo trabalho, ele é um exelente artista plas...
Ias para professor/a.. ou então parás de reclamar,...
gosto de castanhas, acompanhado com um copo de águ...
A minha cor também deu verde. Será que eles só tem...
boas...também não concordo com este tipo de "arte"...
O "Direito à indignação", apesar de não o ter indi...
Eu que não sou professor, acho que eles defendem u...
blogs SAPO