Real GaNa
 
10 de Março de 2008

INDIGNADA ESTOU EU!
EU que tenho o 12º ano e ganho 426 euros por mês e um professor/a?
EU que não tenho subsídio de refeição nem transporte e os professores/as?
EU que não tenho tolerâncias de ponto concedidas pelo meu patrão e os professores/as? EU que trabalho 44 horas semanais e os profesores/as?
EU que não tenho direito a nenhma falta por mês e os professores/as?
EU que tenho 22 dias de férias e os professores/as?
EU que não tenho nenhum serviço complementar de saúde e os professores/as?
EU que trabalho no dia 24 e 31 de Dezembro até às 19h00 e os professores/as?
EU que não tenho nenhuma carreira profissional nem diuturnidades e os professores/as?
EU que sou todos os dias avaliada pelo meu patrão e os professores/as?
EU que não aspiro a promoções e aumentos só se o patrão quiser e os professores?
EU que estou sujeita a um despedimento se aderir a uma greve e os professores/as?
EU que vejo os políticos de esquerda e direita a apadrinharem a manifestação numa "gula" política vergonhosa...
EU que assisto aos apupos, insultos e gritos dos professores/as na rua, dando uma lição de civismo aos meus filhos...
EU que estou farta dos sistemas corporativos que não largam mão das suas mordomias, por mim também pagas...
EU que estou farta da CORRUPÇÃO na política e fora dela e ninguém se indigna nem faz nenhuma marcha de protesto!
EU que adivinho que o caso BCP vai passar à história e não vai haver nenhuma marcha de protesto...
EU que afinal não sou mais que o Zé Povinho de quem tantos falam mas ninguém defende...
EU QUE NINGUÉM ME OUVE porque sózinha no trabalho, não sou ninguém e no entanto somos muitos milhares...
EU SIM! TENHO DIREITO A ESTAR INDIGNADA!
publicado por Real GaNa às 09:26 link do post
Eu que não sou professor, acho que eles defendem uma causa justa. A causa do trabalho com direitos.
Se tu, eu e tantos outros não temos direitos no trabalho e não lutamos por eles, é porque somos uns cobardes...
Carlos a 19 de Março de 2008 às 21:30
O "Direito à indignação", apesar de não o ter indicado, recebi-o por mail e postei-o.
Acho que toda a gente tem direito a manifestar o seu desagrado e lutar pelos seus direitos mas por motivos que realmente façam sentido.
Os professores sempre foram uma "classe" privilegiada, com direitos que mais nenhuma outra classe tem. Sempre se assumiram como não-participativos , neutros, e pouco dados a manifestações públicas. Agora, de repente, pisam-lhes os calos, e vêm uns milhares para a rua.
Eu também quero ir para a rua dizer mal do Socrátes , mas por motivos estúpidos não vale a pena.
Real GaNa a 23 de Março de 2008 às 18:46
Ias para professor/a.. ou então parás de reclamar, focas te em coisas com importancia e procuras uma solução.
Cria a tua propria empresa se achas que tens qualidades para isso, começa do nada em casa. Começa e depois se no final tiveres sucesso..vem aqui a este espaço para leres os comentários tipo o teu dos teus trabalhadores! Porque o problema nisto tudo nao é os professores terem alguma coisa...é tu nao teres! No dia que tiveres vais simplesmente deixar os comentários egoistas. Se achas que ser professor, que quer dizer, ensiar outros, partilhar conhecimento, estudar tudo para entao poder ensinar, lidar com alunos e pais mal educados é facil...estudasses mais um pouco. Nao sou professor...sou dos que lutou depois de saber que a escola nao era bem para mim.
Paulo a 4 de Julho de 2010 às 08:21
Março 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Visitas
Locations of visitors to this page
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Que ótimo trabalho, ele é um exelente artista plas...
Ias para professor/a.. ou então parás de reclamar,...
gosto de castanhas, acompanhado com um copo de águ...
A minha cor também deu verde. Será que eles só tem...
boas...também não concordo com este tipo de "arte"...
O "Direito à indignação", apesar de não o ter indi...
Eu que não sou professor, acho que eles defendem u...
blogs SAPO